MERGULHO

O Arquipélago das Berlengas situa-se ao largo de Peniche, a sul do canhão submarino da Nazaré, no limite da plataforma continental e numa região marítima conhecida pela sua produtividade biológica relativamente elevada. Trata-se de uma zona de confluência de faunas de origens diversas, apresentando espécies próprias da orla litoral e outras oriundas do mar alto e que, com menor frequência, chegam à costa continental.
Nestas águas transparentes de cor azul-turquesa observa-se uma fauna marinha vasta e diversificada, em que se distinguem facilmente os enormes cardumes de sargos. Destaca-se também o peixe-lua, o maior peixe ósseo existente, curioso pela forma circular do seu corpo. Outros atrativos a descobrir são os barcos que por aqui naufragaram ao longo dos séculos, ou as grutas como o Furado Grande que atravessa a ilha Berlenga de lado a lado desembocando na Cova do Sono.